O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.

O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.
ROGERIO DO BODOCÃO FAZ FESTA PARA AS CRIANÇAS DE BALDIM, COM BOLO, PRESENTES E MUITAS BRINCADEIRAS.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O PRESÉPIO



Presépio da Matriz São Bernardo, de Baldim
_____________________________________________________
NATAL / 2012
É hora de tirar os bichos guardados: boi, leão, elefante, urso, pavão; bichos que nem tem nos Gerais. Bichinhos recolhidos durante anos, durante uma vida inteira e guardados enrolados em jornal. Só saem das caixas nessa época do ano. É hora de tirar também, Nossa Senhora, São José, os Três Reis e os Pastores. Além, é claro, da Estrela e do Menino Jesus, este, só é colocado na noite do dia 24 para o dia 25. Depois, endurecer os panos com grude, carvão e vidro moído, pintá-los com anil e tinta amarela para formar um verde bonito, manchado, como os do mato em rebroto e forrar tocos e caixas para fazer as serras e formar a Gruta. Também é preciso plantar o arroz numa latinha e deixar nascer no escuro para crescer com aquela cor amarelada. Não se pode esquecer do prato fundo com água para formar a lagoa para os patinhos e peixes. Depois de pronto é só pôr o Menino Jesus na Lapinha, na manjedoura, com a mãe e o pai dele e o boizinho e o burrinho. Colocar também um abacaxi-maçã para o presépio todo cheirar bonito. Depois, a cada dia, colocar os Três Reis mais adiantados um pouquinho, no caminho da Lapinha, todo dia um pouco mais perto: um Rei Branco, outro Rei Branco, e o Rei Preto, para só no dia 6 de janeiro os três chegarem. Aí é só esperar pela visita da Folia de Reis para reverenciar o Presépio.
Adaptado de Miguilim, de Guimarães Rosa.
Dalva Maria Soares



Missa de Natal na Matriz de São Bernardo, em Baldim
________________________________________________
ENCENAÇÃO DE NATAL
(clique na foto para ver em tamanho maior)





Padre Arnaldo Vicente

_____________________________________________________
PADRE ARNALDO, UM LIDER SOCIAL
Padre Arnaldo Vicente completou no ano passado 4 anos de ordenação sacerdotal e foi motivo de várias homenagens de seus paroquianos. Padre Arnaldo chegou a São Vicente e conquistou a todos pelo seu sorriso, sua alegria contagiante, sua jovialidade e mais ainda pelo seu interesse e dedicação aos problemas sociais da comunidade. Como um bom guia espiritual e social na comunidade ele tem feito um bom trabalho na política de orientação de seus paroquianos, conduzindo-os ao caminho certo na escolha de novos dirigentes.  Impossível falar do Padre Arnaldo sem falar da sua missa, com características só dele, a alegria com que dirige seus paroquianos nas orações e cantos. É com o canto "Tá caindo fulô" que ele encerra sua missa, chamando a todos que se aproximem e se abracem em torno dele, uma cerimonia lindíssima que se repete todos os dias. 


Ocorreu um erro neste gadget