O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.

O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.
ROGERIO DO BODOCÃO FAZ FESTA PARA AS CRIANÇAS DE BALDIM, COM BOLO, PRESENTES E MUITAS BRINCADEIRAS.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

AS ROMARIAS DE BALDIM

Baldim direto pra Holambra - SP 
____________________________________________

                                                                                                                          




                                
Holambra, eu fui...Antes tarde do que muito tarde. Desde setembro, quero escrever neste blog e só hoje o faço e com que prazer... Fomos em excursão a Expoflora em Holambra - SP. O passeio foi muito bom com a coordenação de Maria Francisca, nossa conterrânea. Tudo muito organizado. O que mais me chamou  atenção foi a pontualidade em todas as saídas para os passeios. Conhecemos Holambra e ficamos encantados! Quanta maravilha, quantas flores! O encantamento foi geral. Os baldinenses foram contemplados com as piadas de Milton, da Fábrica de doces Famoso, e de Maria Emília - piadas só para "maiores"... Ano que vem irei de novo.Vamos lá? Valeu a pena. Rubia Jaqueline Cordeiro rubijaco@gmail.com 10 nov (3 dias atrás)

 

Baldim, direto pra Conceição do Serro  
_________________________________________________
COMENTÁRIO
  Oi Rubia, muito interessante sua mensagem, que me possibilitou falar deste costume das pequenas cidades do interior, de fazer excursões a pontos turísticos, romarias, praias e grandes eventos em outras cidades. O costume mais antigo que tenho notícia é do Jubileu de Conceição, os devotos do Bom Jesus de Matozinhos, faziam promessas e todos os anos, lá estavam eles. Este costume se iniciou com os devotos, nas Romarias, em condições  precárias e até arriscadas viagens em cima de caminhões, em estradas de terra. Quem fez estas viagens, sempre tem muitas histórias interessantes pra contar. Hoje, as viagens são organizadas, em ônibus confortáveis, estradas asfaltadas, com reservas em hotéis, para praias e todos os tipos de eventos. O sistema funciona de maneira interessante, as viagens são pagas antecipadamente, em suaves prestações mensais, dando a possibilidade a todos de participar. Antigamente, as pessoas nasciam, crescam e morriam no interior, sem nunca ter tido a oportunidade de fazer uma viagem, fora de sua cidade ou até mesmo de seu estado. Conhecer uma praia era um luxo pra quem nascia no interior de Minas, talvez ainda seja em algumas regiões mais pobres.
Ocorreu um erro neste gadget