O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.

O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.
ROGERIO DO BODOCÃO FAZ FESTA PARA AS CRIANÇAS DE BALDIM, COM BOLO, PRESENTES E MUITAS BRINCADEIRAS.

domingo, 27 de janeiro de 2013

DEIXEM O HOMEM TRABALHAR, GENTE!





Vice-Prefeito Alex, Chefe de Gabinete Luciano e o Prefeito Zito
_________________________________________________________
MUDANÇAS
Estamos vivendo um momento histórico na Administração Pública do município, é tempo de adaptação à uma nova Política, que está sendo implantada na Prefeitura de Baldim.O Povo pediu “mudanças” nas urnas, elegeu  seu representante pra fazer isso e elas estão acontecendo, portanto, vamos dar um tempo para a nova Administração se organizar, conhecer seus funcionários, remanejá-los, de acordo com os novos critérios estabelecidos, com a competência e com as necessidades de cada função.

Temos recebido neste Blog alguns comentários anônimos impublicáveis, de uma incoerência sem tamanho, direcionados a ocupantes de antigos e atuais cargos públicos, que são facilmente identificados, como uma tentativa de derrubar este ou aquele funcionário, que ocupa um cargo desejável por outro.Vamos crescer, o momento é de trabalho sério, não há mais espaço para brincadeiras, é cada um mostrando sua competência para segurar seu cargo, sem preconceitos partidários ou protecionismos. Não confundam cargos de confiança com nepotismo, a diferença é evidente.

Esta é uma oportunidade única que o Prefeito Zito está oferecendo para tentar formar uma boa equipe de trabalho que vai dirigir o município no caminho, politicamente correto. Ele não veio para perseguir ninguém, ele veio para organizar. A Prefeitura está lotada de gente, de promessas de campanha, de pagamento de favores, não é assim que funciona uma Administração. Vejam claramente a diferença entre funcionários contratados, concursados, efetivos, e de confiança, informem-se, e não saiam por aí falando sem saber do que se trata.

“Deixem o homem trabalhar”… ele não fez promessas em palanques ou em festas de fundo de quintal. Ele foi em sua casa, propor mudanças, foi recebido por você, você acreditou nele, deu-lhe seu voto de confiança e de esperança, chegou a hora de dar-lhe mais um voto, o do respeito ao seu trabalho. Não perca seu tempo, nem do funcionário ou do Prefeito, indo à Prefeitura para pedir ajuda pra pagar sua conta de água, pedir tijolo, seja o que for, acabou a brincadeira. Se as gestões anteriores faziam isso, era o jeito deles de governar, e não deu certo.

A Prefeitura está lá para administrar o  patrimônio público, que não é só seu é de toda uma população que paga impostos e tem direitos iguais e não para servir apenas a uns e outros. E mais, esclareço que esta é minha opinião pessoal sobre o assunto, não falo em nome de ninguém, nem sou paga pra fazer isso, simples assim. Ione Torres, editora do Blog.

COMENTÁRIO
Ione, Atitudes, como essas relatadas por você, demonstram como o nosso município precisa de amadurecer. Ainda, infelizmente, há muitos que pensam em venda de votos. Isso mesmo, venda de votos. Porque esperar que o prefeito “ajude” com sua conta de água, tijolos, emprego na prefeitura, entre outras coisas, é vender seu voto. Imagine só se todos os cidadãos baldinenses bastassem à porta da prefeitura para arcar com suas despesas! O caos estaria formado. Com certeza, o orçamento da prefeitura para saúde, educação, infra-estrutura e demais despesas ficaria totalmente comprometido. É justo favorecer alguns em detrimento de outros? Outra coisa, é preciso dar tempo ao novo administrador da cidade, deixá-lo trabalhar, como você bem lembra, Ione. Se nós eleitores levamos 30 longos anos para mudar o ciclo vicioso de alternância de poder, tenhamos paciência, sem necessariamente deixar de cobrar, fiscalizar, corroborar na construção do município o qual desejamos. (por Montanhesa)

COMENTÁRIO
Percebemos que a ansiedade do povo de Baldim está diretamente proporcional à demanda reprimida por avanços pelos quatro cantos do Município. Uma alternativa interessante para organizar as demandas é implementar um Plano de Objetivos e Metas, tão comumente utilizado nas Empresas privadas em busca de contínua melhoria de performance para ser competitiva no mercado. Ferramentas de gestão como MASP (Metodologia para Análise e Solução de Problemas) e o PDCA (Plain - Planejar, Do - Fazer, Check - Verificar os resultados e Action - Agir corretivamente) podem e devem ser empregadas também no setor público como fez o então Governador de Minas Gerais Aécio Neves com o denominado Choque de Gestão, que trocando em miúdos significa a formatação de um Plano de Objetivos e Metas. É válido ressaltar que existe uma sutil diferença entre OBJETIVO e META. Um OBJETIVO é algo que se deseja obter ou alcançar. Uma META é o OBJETIVO com a definição da data para sua conclusão. Como ensina o Professor Vicente Falconi "não existe META sem data para conclusão". É preciso estar ciente de que um bom PLANO DE GESTÃO para ser bem sucedido é necessário aplicar as ferramentas certas para delinear as ações privilegiando as PRIORIDADES. É necessário MODERNIZAR a gestão do nosso Município e momento é propício!!!
por Dário Jandir Nascimento - dariojandir@hotmail.com
Ocorreu um erro neste gadget