O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.

O DIA DAS CRIANÇAS NO BODOCÃO, EM BALDIM.
ROGERIO DO BODOCÃO FAZ FESTA PARA AS CRIANÇAS DE BALDIM, COM BOLO, PRESENTES E MUITAS BRINCADEIRAS.

sábado, 12 de janeiro de 2013

AGRADECIMENTO PÚBLICO





Bernardo e Margarete
____________________________________________________
RECONHECIMENTO E RESPEITO
É nas horas mais difíceis que a gente conhece os amigos. Passamos um grande susto com meu pai neste fim de ano e em São Vicente ainda não há um serviço eficiente de saúde que ofereça auxílio de emergência à população. Infelizmente não se pode contar com o plantão médico 24 horas. Mas como diz o ditado: "quem tem amigos não morre pagão" e não morre mesmo. O seu Bernardo, aquele Bernardo da farmácia, homem simples e pronto a ajudar qualquer um e a hora que seja, simplesmente salvou a vida do meu pai. Mais uma vida de tantas outras que ele já ajudou a salvar sem receber nada em troca. Bernardo e Margarete o casal que tantas vezes é acordado de madrugada, ou é tirado de um almoço, de uma festa pra ajudar famílias de São Vicente a curar seus enfermos. Foi assim quando meus avós e minha mãe ficaram doentes, Bernardo e Lete estavam lá cuidando de todos.
Meus humildes e sinceros agradecimentos a estes dois que não medem esforços pra ajudar. São filhos da nossa terra que merecem muito o nosso reconhecimento e respeito. Obrigada de verdade. Bruno Bernardo e Kelly Cristina vcs devem ter muito orgulho! por 
Priscila Moreira.




D. Rosalva Marques
______________________________________
GRATIDÃO E SOLIDARIEDADE À D. ROSALVA
Aqui em São Vicente, tem uma pessoa maravilhosa, é da Igreja, participa de todas as atividades, religiosas , sociais, é filha da D. Santinha, a Rosalva. Ela tem um SILK de panos de prato.Pessoas adultas trabalham lá, costureiras, arrematadeiras , entre outras. Assim também , várias famílias solicitam a ela ensinar a arte aos filhos. Fazer telas, silcar. São adolescentes ,13, 14, 15, 16 anos. Ela ensina a todos desde a pintura das telas, até secagem dos panos, embalagem etc. Tudo com a sua presença e supervisionamento. Quantas vezes ela estava disposta a fechar o silk, e os meninos, as famílias pedem pra ela continuar, pois é muito melhor , ter os filho depois da aula , nessa atividade, do que na rua, mexendo com drogas, ou outras coisas ilicitas, ou mesmo na vadiagem.Eles adoram o que fazem , dentro de um ambiente saudável e familiar.São esses comentários que nos chegam. Eles recebem uma participação , gratificação, por estarem aprendendo e ao mesmo tempo participando. Fazem a celebração do Natal, o amigo oculto. Celebram a Páscoa, os aniversários. 


Não sabemos o por que de uma denúncia anônima, citada como se os meninos fizessem trabalho escravo. Por infortúnio, um adolescente, inclusive filho de uma ajudante da D. Rosalva, caiu da bicicleta que faltou o freio, quando descia o morro da Capelinha. Toda a assistência D. Rosalva deu a este adolescente, uma vez que o mesmo, é como se fosse uma pessoa da Família, pois a Mãe é vizinha e colaboradora da D Rosalva, há muitos e muitos anos.

Fica aqui a nossa palavra de solidariedade a D. Rosalva, uma vez que sabemos ser uma pessoa de muito significado na nossa São Vicente, e sempre pronta a servir a todos que a ocupam, seja doando roupas, alimentos, materiais de construção, medicamentos, dinheiro, brinquedos etc, etc, sempre sem aparecer. Agora é a hora, tudo que fizermos , exijamos NOTA FISCAL, DOEMOS e MOSTREMOS aos quatro ventos as nossas colaborações, só assim teremos provas, quado nos denunciarem. FICAM AQUI AS NOSSAS PALAVRAS DE GRATIDÃO E SOLIDARIEDADE À D. ROSALVA E AO SILK."E melhor termos os filhos nas ruas, do que em lugares seguros, aprendendo atitudes de gente de bem, de seres educados , sendo incentivados e visionando uma vida melhor."!

Eu, aliás a geração dos meus pais, com 10 anos, já trabalhavamos na Cia Cedro e Cachoeira, tocando teares. E foram homens e mulheres cidadãos corretos e honestos. Tem um tio da D Rosalva, que tem a sua carteira assinada aos 14 anos, o Sr José Teixeira, já falecido.Mas esse era o tempo bom onde se criava filhos respeitosos e cidadãos honestos.Por isso vemos o que vemos. As denúncias deveriam ser bem apuradas. COISAS muito piores acontecem em São Vicente, nas caladas da noite. Mas o que é visto a luz do dia, DEVE SER PUNIDO. 

COMENTÁRIOS

Coisas de São Vicente, não são todos felizmente, a ingratidão é um prato para ser servido frio, mas em SV é servido quente e cheio de alegria, pessoas que não tem competência fazem de tudo para denegrir quem quer ser solidário e ajudar a comunidade. Rosalva, Bernardo e Margareth , tem mais nomes se quiserem podem escrever os nomes que ajudaram e hoje não querem justamente por mentira, ingratidão e principalmente inveja. 
Quem será que perdeu quem deixou de ajudar ou quem sempre foi ajudado sem ser cobrado. Anônimo, postado no Blog.




É lamentável que isto esteja acontecendo em São Vicente, uma comunidade politizada, de mente aberta a mobilizações incríveis, citada como exemplo no município, por suas ações voluntárias sociais e religiosas para o bem comum, vir agora julgar um bonito trabalho solidário da Rosalva como trabalho escravo, é inaceitável. Sabe-se que este tipo de fofoca é comum nas pequenas comunidades, que sempre vem daquelas pessoas que falam mas nada fazem e tem inveja de quem faz, infelizmente é isso que ocorre. Cabe às autoridades, no caso, o Conselho Tutelar, investigar a procedência de tais denúncias e valorizar o trabalho voluntário e solidário da Rosalva, que só tem trazido benefícios aos jovens, tudo com o apoio da comunidade. Parabéns Rosalva, pelo seu bonito trabalho e não desista, ele é reconhecido por todos que querem o melhor caminho para estes jovens. Ione Torres, editora do Blog.
Ocorreu um erro neste gadget